Ao contrário do que muitos pensam, o Sea World não é um parque aquático – é um parque com vários shows e atrações, que tem como tema a vida dos animais marinhos. Seu principal ícone é a baleia orca Shamu – a protagonista do principal show do parque.

O Sea World é um parque com vários shows, então é importante ficar atento aos horários. O show da Shamu, por exemplo, acontece poucas vezes por dia, e apesar da arquibancada ser bem grande, é importante chegar cedo para conseguir bons lugares.

O Sea World é um parque menor que os parques da Disney e Universal. Por isso, se você chegar cedo, provavelmente vai conseguir sair cedo do parque. Com isso, você pode programar outra atividade depois do Sea World, como Compras.

Outra sugestão é programar a sua ida ao Sea World entre os dias de parque da Disney, assim você volta mais cedo para o hotel e descansar.

Espero que gostem dessa sugestão de roteiro! Se tiverem dúvidas é deixar ali nos comentários que eu respondo!

1. Se o parque abre às 9h00, chegue nas catracas no máximo às 8h45 – se estiver de carro, você deve planejar chegar ao estacionamento às 8h30.

2. Entrar e ir direto para a atração Antartica, The Empire of the Penguim. 

É uma atração em que carrinhos “exploram o pólo sul” e no fim você pode ver como os Pinguins vivem. Você pode escolher a opção “wild”, em que o carrinho gira (apenas para crianças acima de 102 cm) ou “mild”, que o carrinho não gira (sem restrição de altura).

antarcticA

Lá você verá mais de 200 pinguins e toninhas em seu habitat, bem como algumas outras espécies de aves marítimas. Com 6 espécies de pinguins diferentes, o habitat é mantido em temperaturas abaixo de zero, e a água a 12 graus.

3. Primeiro show do Dolphin Days (normalmente por volta das 10h)

É um show que apresenta golfinhos e baleias semi-orcas, vários pássaros exóticos e um elenco de mergulhadores, além de acrobatas. É o show mais bonito do Sea World, imperdível. Normalmente, deve-se chegar ao teatro com pelo menos 15 minutos de antecedência, porém, o primeiro show é mais vazio, e chegar com 5 a 10 minutos de antecedência já é suficiente.

BLUE HOR

4. Journey to Atlantis.

É uma inovadora “montanha-russa aquática” – parte montanha russa, parte aquática. Essa atração leva os seus passageiros em busca da cidade perdida de Atlântida. Os visitantes se deparam com algumas surpresas, incluindo duas quedas que podem molhar bastante. Apesar de ser considerada uma montanha russa, não é tão radical quanto as outras do parque. É comparável ao Jurassic Park da Universal. Altura mínima de 107 cm.

Journey to Atlantis

5. Montanha Russa Kraken, que fica em frente à Journey to Atlantis.

É a mais rápida e mais longa montanha russa de Orlando, além de ser sem piso. Os pés dos visitantes ficam soltos e balançam no ar. O carro é suspenso sobre o trilho e alcança a velocidade de 105 km/h e 45 metros de altura. Altura mínima 137 cm.

KRAKEN

6. Montanha Russa Manta*

A Manta é uma montanha russa em formato de uma arraia gigante, que leva os seus passageiros a um sobrevôo por uma lagoa cheia de arraias. O carrinho coloca as pessoas na posição horizontal (com a barriga virada pra baixo e o rosto virado para o chão, como se estivesse deitado). Ela atinge 90 km/h num percurso com 4 inversões. Altura mínima 137 cm.

MANTA

7. Montanha Russa Mako*

A Mako é a montanha russa mais recente inaugurada no Sea World e é a mais alta e mais rápida de Orlando. Ela não tem looping, mas tem bastante velocidade. É a minha favorita do Sea World! Altura mínima 137 cm.

*Antes de ir à Manta e à Mako, verifique o horário do show One Ocean e calcule se vai dar tempo de ir à uma ou às duas montanhas-russas antes do show. Se você achar que pode ficar apertado, deixe pra ir ao One Ocean depois do almoço .

8. Show One Ocean*

É o show da Shamu – a famosa baleia orca que serve de símbolo para o parque. Este show mostra as orcas executando movimentos incríveis, incluindo saltos emocionantes entre chafarizes gigantes.

ONE OCEAN

Além disso, várias delas atuam simultaneamente, interagindo de forma diferente com os treinadores, com a plateia e até com o cenário.  O teatro é enorme e as primeiras fileiras estão na chamada “Splash Zone”, o que significa que você tem grandes chances de ficar molhado. Quem não quiser se molhar deve sentar mais pra cima.

*O estádio onde acontece o show é um pouco afastado. Por isso, você deve planejar sair de onde você está 40 minutos antes do horário do show. Dessa maneira, você vai chegar com 25 a 30 minutos de antecedência ao show, e tem mais chances de conseguir bons lugares.

9. Almoço.

Uma boa sugestão é o Seafire Inn (comida estilo mexicana, com Fajitas, frango, carne, arroz, feijão) ou Voyagers Smokehouse (Churrasco estilo americano, com frango defumado, costelas bovinas, salada cesar com frango grelhado, sanduíche de peito de peru, entre outros.)

10. Wild Artic.

Começa com um simulador de vôo que leva os visitantes a uma estação de pesquisa no Pólo Norte, chamada “Base Station Wild Artic”. Saindo do simulador, os visitantes têm a oportunidade de ver verdadeiros habitantes do Pólo Norte, como ursos polares, focas, baleias morsas e belugas. Dura 20 minutos. O simulador não é recomendado para quem enjoa com facilidade. Quem não quiser ir ao simulador, pode ir “pular” essa parte e caminhar até o local onde se pode ver os animais. Altura mínima para o simulador de 107 cm.

WILD ARTIC

11. Show Pets Ahoy.

Verifique os horários do show e chegue com 25 a 30 minutos de antecedência.
É um show apresentado por vários animais, cães, gatos, pássaros e muitos outros. Ao todo são mais de 100 animais exibindo as suas habilidades para a plateia. No final do show, os visitantes têm a oportunidade de conhecer de perto os astros da atração. Dura 25 minutos.

PETS

Encaixe algumas atrações curinga no roteiro até o horário do show.

12. Clyde and Seamore SeaLion High.

Verifique os horários do show e chegue com 25 a 30 minutos de antecedência.
É um show engraçado que conta com um treinador caracterizado de pirata e o seu fiel companheiro Clyde, um leão-marinho. Ao longo do show, você verá ainda outros animais, como lontras e morsas.

CLYDE

Encaixe algumas atrações curinga no roteiro até o horário do show.

13. Show POP

Esse é um show com Fan Yang, artista que ficou muito famoso por ser considerado o Mestre das Bolhas, tendo aparecido várias vezes no Guiness Book. É um show interessante para todas as idades, mas só se der tempo.

ATRAÇÕES CURINGA:

Abaixo, vou listar as atrações curinga. Essas são atrações que não tem filas e você fica o tempo que quiser. Por isso elas são ótimas para serem encaixadas em qualquer parte do roteiro.

Dolphin Cove.

Essa atração fica localizada em “Key West at Sea World” e é composta por uma lagoa que serve de lar para vários golfinhos, onde os visitantes têm a oportunidade de interagir com os animais e alimentá-los em determinados horários durante o dia.

dolphin-cove-sea-world

Stingray Lagoon

Aqui você pode ver e acariciar mais de 200 arraias em uma recriação do seu habitat natural.

Shark Encounter

Através de um enorme túnel de acrílico você poderá observar de perto tubarões, enguias, barracudas e outras temidas espécies marinhas. Dura aproximadamente 15 minutos.

SharkEncounter

Pacific Point Preserve

Aqui você pode conhecer os leões marinhos em uma réplica do seu habitat natural. Assim como com os golfinhos, aqui você também pode alimentar o leões-marinhos, comprando o alimento deles.

PacificPointPreserve1_460x345

Manta Aquarium

É um aquário enorme, 360 graus, que fica ao lado da montanha-russa Manta. Além das arraias, é possível ver várias outras espécies marinhas, incluindo um polvo gigante! É uma ótima opção para os membros da família que não querem ir à montanha russa, enquanto esperam os que foram.

Manta_Aquarium_Girl460x345

COM CRIANÇAS

Se você estiver com crianças, deve visitar a área dedicada a elas, chamada Shamu’s Happy Harbor. É uma área imensa, de 5 acres, com vários playgrounds e atrações infantis. É o maior playground dos parques de Orlando.

Tem vários escorregadores, pula-pula, pontes, túneis, escalada em redes, entre outros. É imperdível para crianças. Tem áreas separadas para crianças bem pequenas e para crianças maiores.

Nesse caso, durante as etapas 3, 4 e 5 (montanhas russas), você deve ir ao Shamu’s Happy Harbor e fazer as atrações de lá. Além do enorme Playground, veja outras atrações que você vai encontrar nesta área:

Shamu Express

A primeira montanha-russa infantil do Sea World, parecida com a do Pica-pau que tem no Universal Studios. É ótima para crianças que ainda não têm altura e para os adultos que não têm coragem de ir nas maiores. Altura mínima 97 cm.

Shamu Express

Swishy Fishies

São as famosas “xícaras”, parecidas com as do Magic Kingdom e bem mais leves que o Storm Force Accelerations do Islands. Crianças abaixo de 92 cm devem estar acompanhadas de um adulto.

SwishyFishies

Sea Carousel

Carrossel temático no formato de um gigante polvo rosa. Nele, as crianças montam em uma colorida coleção de criaturas do mar e flutuam para cima e para baixo enquanto o carrossel gira. Crianças abaixo de 107 cm devem estar acompanhadas de um adulto.

carousel

Flying Fiddler

As crianças entram num carrinho (acoplado a uma torre) com o formato de um carangueijo gigante e o carrinho começa a subir na vertical. A certa altura, o carrinho começa a subir e descer, com pequenas quedas que são bem emocionantes para os pequenos visitantes. As crianças adoram.

fiddler

Ocean Commotion

É uma atração tematizada com uma gangorra de 6 metros que leva os vistantes em um animado passeio de barco, balançando gentilmente para frente, para trás e para os lados. Altura mínima 107 cm.

Commotion_780x438

Jazzy Jellies

Um brinquedo em que as crianças entram em xícaras e elas são elevadas a 10 metros de altura, onde ficam girando lentamente. As crianças ainda podem controlar se as suas xícaras giram mais rápido ou mais devagar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Fonte: Disneyguia

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 11 =